Você não deve colorir a vida do outro, se a sua estiver precisando de cor

Hoje quero falar diretamente para aquelas pessoas que estão sempre muito dispostas a ajudar o outro.

Oferecer ajuda é muito bom e necessário, principalmente em casos de depressão e tendências suicidas (como falamos nos último posts). Mas para poder ajudar ao outro eu preciso, antes, ter ajudado a mim mesmo.

Imagine se um artista resolvesse parar de pintar a sua obra, pois percebe que um amigo seu, que também é artista, está com dificuldades de escolher as melhores tintas e pincéis para iniciar sua pintura.

A obra daquele artista ficaria inacabada e ele ainda correria o risco de não conseguir ajudar seu amigo. Já que para pintar um quadro é preciso inspiração pessoal. Neste caso, o melhor que se poderia fazer seria incentivá-lo a escolher de acordo com sua essência, ouvindo sua voz interior.

Muitas pessoas fazem como o artista que para de pintar sua obra para ajudar o outro. Mesmo vivendo uma vida cheia de problemas e dificuldades que não consegue resolver, aventura-se a resolver os problemas dos outros.

painter-1162565_1280

Se você é esse tipo de pessoa. Aqui vai um alerta! Antes de oferecer ajuda, se faça as seguintes perguntas:

  • Eu tenho condições de ajudar aquela pessoa?
  • Eu conseguirei ajudar aquela pessoa?
  • Eu realmente quero me envolver no problema daquela pessoa?
  • Aquela pessoa pediu a minha ajuda?

Se as respostas para essas perguntas forem SIM: Então Ok! Tranquilamente você pode ajudar.

Se as respostas para essas perguntas forem NÃO: Então respeite seus limites. É um sinal de que no momento você não terá condições de ajudar. Isso não é egoísmo, como muitos dirão. Isso é proteção.

Agora se mesmo sabendo que você não pode ajudar, for lá oferecer ajudar. Shiiii!!! Ai é cartão vermelho para você. Sinal de alerta.

Algumas pessoas saem por ai oferecendo ajuda para todo mundo e esquecem de oferecer ajuda a si mesmo.

Nem terminou de pintar o quadro da sua vida, sai largando suas tintas e seus pincéis e vai pintar o quadro alheio.

Atenção! Isso não é ajuda. É invasão! Tem gente que vai entrando na casa e na vida do outro, sai arrumando tudo sem saber se o outro quer. E quando se tentou ajudar o outro, não conseguiu e ainda ficou com sua casa toda bagunçada.

Quer fazer bem ao outro? Ajude a você mesmo primeiro!

Quer ajudar de verdade seu amigo, parente, vizinho?

Incentive-o a procurar um psicólogo e fazer terapia. É a melhor ajuda que você pode oferecer!

Abraços Coloridos!

dsc_0016-3

 

Camila Moreira: Apaixonada por cores, livros, psicologia e brigadeiro. Nas horas vagas é esposa do Cícero, “boadrasta” da Luany e mãe de sua filha canina Anitta, uma sharpei encantadora

 

Camila de L. C. Moreira S. da Silva – Psicóloga – CRP 06/123888

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s